Sociabilidades e afetividades no cariri cearense do século XIX

 

Resumo: "O século XIX, no Cariri cearense, é caracterizado por uma grande diversidade de acontecimentos: a Revolução Pernambucana de 1817, a Confederação do Equador, o processo de Independência do Brasil e os confrontos nos sertões, a elevação do Crato à categoria de cidade, a criação de vários jornais (O Araripe, O Cratense, A Camphora, Vanguarda) e da revista A Província; criação do Clube Romeiro do Porvir, do Grêmio Filomático, do Reform Club; assim como do Mercado das Frutas, Mercado da Carne, construção dos cemitérios, cadeias, prisões, organização das feiras livres; a higiene é praticada nos banheiros públicos, aberturas das estradas intermunicipais, funcionalidade das ruas, criação de escolas e curso de latim, a construção do Seminário São José. Percebe-se uma necessidade de adaptação às novas experiências cotidianas, apresentadas como espaço de sociabilidades. Refiro-me às práticas de sociabilidades como uma forma de inserção ao novo modo de vida, que se apresenta em um campo vasto de alternativas das maneiras de viver. Analisando a constituição de subjetividades e suas inter-relações com outros aspectos da vida social, como identidade e a cultura material, busca-se compreender as práticas de sociabilidades e afetividades manifestadas na segunda metade do século XIX no Cariri, através dos jornais O Araripe e A Voz da Religião no Cariri. Discutem-se os conceitos de representações sociais, sensibilidades e sociabilidades analisados por Norbert Elias. O cotidiano aparece moldado pelas práticas de sociabilidades, pois a partir de experiências, saberes, lugares e suas interações, os indivíduos desenvolvem práticas de sociabilidades, como a leitura, a rua, o trabalho, o entretenimento, o lazer, a atividade religiosa e tantas outras mais. O cotidiano passa a ser um ponto de vista. A vida comum está refletida nas narrativas jornalistas que aproximam o passado do presente".

Laboratório de Pesquisa em História Social - LABORE 

Núcleo de Estudos em História Social e Ambiente - NEHSA 

Brasil, Estado do Ceará

Contato: historiasertoes@gmail.com

© Desde 2017